Tráfego Pago: Como Funciona, Suas Ferramentas e Dicas Bônus

Você já aderiu o tráfego pago em sua estratégia de marketing digital?

Se ainda não, leia este conteúdo e se for o caso, cogite em utilizá-lo.

Ao criar um site sonhamos em deixá-lo do nosso jeitinho e é uma das partes mais legal na hora de colocá-lo na internet.

A parte não tão legal assim está quando depois de tanto esforço ele não recebesse nenhuma visita.

Mas não se preocupe com isso, criamos este artigo para te ajudar a evitar este problema através do tráfego pago.

Essa pode ser uma importante estratégia para os negócios que buscam se consolidar no mercado quanto para quem deseja apenas aumentar o número de visitas.

Sem mais delongas, vamos explicar o que é tráfego pago e por qual motivo considerá-lo em sua estratégia de marketing digital.

Vamos lá!

 

Tráfego pago, o que é?

O Tráfego pago se trata de internautas que chegaram até o seu site, loja ou página através de anúncios pagos. Ao contrário do tráfego orgânico, onde é preciso investir dinheiro para gerar resultado.

Dos vários meios de tráfego pago existente, o Google Ads (plataforma de anúncios do Google) é o mais popular.

Através do Google Ads existe a possibilidade de elaborar anúncios que ajudam a ranquear seu site em primeiro lugar na página do mecanismo de busca.

Quando você faz uma pesquisa no Google, aparecem diversos resultados, porém aqueles identificados com a tag “Anúncio” trata-se de uma campanha para gerar tráfego pago, onde o resultado apareceu devido a palavra-chave integrada a ele.

Então, quando o usuário clica neste anúncio, automaticamente é direcionado para a página de destino. E assim aconteceu o tráfego pago.

A parte ruim de gerar tráfego pago é que, quando a verba investida acaba, ele simplesmente sai do ar, não aparecendo mais nos motores de buscas

Quando isso acontece,  é necessário incrementar com as diversas estratégias de marketing digital para que o número de visitantes volte a crescer.

 

Tráfego orgânico e tráfego pago: qual a diferença?

É provável que neste ponto do artigo você já tenha entendido as principais diferenças entre: tráfego orgânico e tráfego pago. Mas, para que não reste dúvida, seguimos com a explicação.

A grosso modo, a diferença dos dois tipos de tráfegos é que um se investe dinheiro para aparecer nos resultados de pesquisa enquanto o outro aparece de forma gratuita para aumentar o número de acessos da página desejada.

No tráfego orgânico, ao invés de investir recursos financeiros , você tem que dispor de técnica, muita dedicação e tempo.

Já no tráfego pago, o que se investe é dinheiro mesmo.

Então, guarde bem que:

 

  • Tráfego orgânico é gratuito. Onde o visitante chega até suas páginas naturalmente, sem que você tivesse que investir dinheiro para que ele chegasse até lá.
  • Tráfego pago é aquele que você dispôs de recursos financeiros para que os seus anúncios apareçam  e o internauta é direcionado para o seu site.

Mesmo tão diferentes, ambos costumam fazer parte das estratégias de marketing digital das empresas.

 

Qual a vantagem de se investir em tráfego pago?

Vale a pena investir em tráfego pago? Depende de qual o seu objetivo: Ter resultados imediatos ou duradouros.

O tráfego orgânico é bem efetivo, para isso é preciso construir uma estratégia de SEO (Otimização para Mecanismos de Busca) bem elaborada. O que leva tempo, planejamento e bastante estudo para otimizar cada detalhe de suas páginas.

Portanto, não gera retorno do dia para a noite.

Mas, quando se obtém resultado, ele se mantém mais duradouro do que os anúncios pagos.

Já o tráfego pago normalmente gera resultados imediatos e não exige tanto conhecimento técnico quanto para o SEO.

De modo geral, o que você precisa mesmo é estudar como funciona as plataformas de anúncios.

E, claro, eleger para quais páginas se deseja ter mais visitantes.

Então, em que ponto vale a pena trabalhar com tráfego pago?

 

  • Quando você não tem tempo para investir em estudos de SEO e assim produzir um conteúdo relevante;
  • Quando não dispõe de equipe especializada em produção de conteúdo;
  • Quando seu site é novo e precisa  gerar maior tráfego de visitantes;
  • Quando quer ter certeza de que seu site terá mais visibilidade pelo público alvo.

Dentre tantas vantagens em investir em tráfego pago é que ele ajuda a alavancar a taxa de conversão, o que melhora não só o tráfego do site/página, mas também sua reputação.

 

Tráfego Pago: Como funciona?

Para entender como funciona o tráfego pago, vamos detalhar melhor sua parte técnica.

Para levar tráfego a suas páginas com anúncios pagos, existem duas maneiras:

  • CPC (Custo Por Clique)
  • CPM (Custo Por Mil Impressões).

Assim que selecionado uma das duas opções acima, seus anúncios terão uma ordem de exibição nos resultados de busca que depende de um leilão entre aqueles que querem anunciar, é preciso dar seu lance.

Você pode optar pagar pelo CPC  que é o clique que o usuário dá no seu anúncio ou por CPM quando aparecer mil vezes no resultado de busca.

Portanto, a posição que seus anúncios serão colocados nos resultados de pesquisa depende do lance que você deu dentro da plataforma de anúncios.

Um pouco mais sobre:

  • CPC é mais indicado para levar tráfego real para as suas páginas e você será cobrado somente pelos cliques que seus anúncios receberam
  • CPM tem como foco fazer com que seus anúncios apareçam mais vezes e é recomendado para quem quer ter maior visibilidade

Basicamente, um tem intuito de gerar cliques o outro simplesmente aparecer.

Se ainda tem dúvidas por qual dos dois optar para as suas campanhas online, aconselhamos o seguinte:

  • Opte pelo CPC se você tem um valor “x” limitado para gastar. Você pode ter maior controle em relação ao orçamento
  • Use o CPM caso tenha criado o seu negócio recentemente e gostaria de ter mais visibilidade e posicionamento de marca.

Depois que se define o método, chegou a hora de criar seu anúncio e configurá-lo com a intenção de que ele seja exibido exatamente para o público que deseja alcançar.

 

Quais são as plataformas de tráfego pago?

Hoje, encontramos uma variedade de plataformas para se criar anúncios para aumentar o tráfego de um site.

Vamos falar neste tópico as seis principais.

Siga a leitura!

 

1. Google Ads

O Google Ads, antigo Google Adwords, é a plataforma de anúncios do Google.

É através dela que seus anúncios podem aparecer nos resultados de pesquisa do Google e de sites parceiros.

Podemos citar como principal vantagem em anunciar através pelo Google Ads está em segmentar o público que se quer atingir.

Essa segmentação permite que você selecione seus anúncios para pessoas com diferentes interesses, localidade, faixa etária, dentre várias outras possibilidades.

É uma excelente estratégia para atingir um tráfego com visitantes qualificados.

Outro destaque do Google Ads é que oferece a oportunidade de fazer testes (famoso teste A/B) para entender quais anúncios funcionam melhor para o público definido.

 

2. Facebook Ads

Facebook Ads é a plataforma de criação de anúncios do Facebook e também do Instagram.

Através dele é possível exibir anúncios dentro dessas duas redes sociais.

Consideramos uma plataforma um tanto interessante para trazer tráfego ao site de sua empresa e aumentar sua visibilidade de marca.

Além disso, ela dispõe de recursos que permitem segmentar de forma mais detalhada sua audiência na qual deseja alcançar.

 

3. Instagram Ads

O Instagram Ads como dito anteriormente, o anúncio é feito através do Facebook Ads.

Essa plataforma também permite criar anúncios dentro do Instagram em diversos formatos: Fotos, vídeos, feed e stories.

 

4. YouTube Ads

O YouTube Ads é uma ferramenta de mídia paga que faz parte do Google Ads.

Nos dá a possibilidade de anunciar dentro dessa rede social – seja dentro dos próprios vídeos ou como vídeos sugeridos.
Através da segmentação, você pode aumentar o alcance de pessoas que têm grande potencial de se tornar clientes.

 

5. LinkedIn Ads

Seus clientes são outras empresas? Então o Linkedin Ads é indicado para você. É a plataforma de anúncios da rede social direcionada aos negócios.

Conta com diversos formatos de anúncios dentro do LinkedIn, o LinkedIn Ads possibilita anunciar na timeline (Sponsored Content), na barra lateral (Text Ads) ou como mensagem na caixa de entrada (Sponsored InMail).

Você pode segmentar por função, nível de experiência, indústria, tamanho de empresa e muito mais.

 

6. Bing Ads

Ficando atrás do Google, o Bing é o segundo site de busca mais acessado do mundo.

E ele também possui uma plataforma que permite anúncios patrocinados.

O Bing compete com o Google e possui uma forte parceria entre Microsoft e Yahoo e afinal lembra muito o Google Ads.

 

Dicas bônus para melhorar seu tráfego pago

Siga essas dicas bônus para dar um plus em sua estratégia com o tráfego pago e se torne um especialista no assunto.

– Conheça muito bem a sua persona

Entender a sua persona, qual linguagem se comunicar com ela e onde fazer essa comunicação, já é um grande avanço para encantar o seu público.

– Aproveite o Lookalike e aumente o alcance do seu anúncio para públicos semelhantes

Lookalike no marketing digital é um grupo de pessoas que têm maior probabilidade em comprar seu produto por serem parecidas com seu público.

Ele ajuda a atingir pessoas mais propensa a conversão.

– Aumente o número de conversão através das técnicas de neuromarketing

Trabalhe os gatilhos mentais durante a elaboração dos anúncios. Aproveite e identifique as ansiedades e desejos de seus consumidores para atingir  suas mentes, sentimentos e tocar na sua dor.

– Defina qual é a ação que você espera do usuário

Para gerar tráfego pago, tenha muito bem definido é a ação que você espera que o usuário tome ao ter contato com seus anúncios.

Assim, a pessoa impactada pelos seus anúncios não se sentirão perdidos onde devem seguir, seja para suas páginas, telefonar, etc. Certifique-se de que eles entendam que podem ter respostas para o que buscam.

 

Conclusão

Até aqui, você já sabe o que é, como funciona e como deixar seus anúncios mais assertivos com o tráfego pago.

Não se esqueça que cada plataforma tem suas particularidades e precisa ser estudada.

Definir muito bem seu público é essencial. Ao anunciar no Facebook entenda que é bem diferente de anunciar no LinkedIn, pois, os interesses das pessoas que navegam por esses canais são diferentes.

Ou seja, quanto mais estudar seu público, melhores serão seus resultados.

O tráfego pago é a maneira mais rápida de aumentar a visibilidade de sua marca. Então, aproveite para incluí-lo em sua estratégia de marketing digital.

Quer saber em como o Marketing Digital pode beneficiar sua empresa? Leia este artigo. https://deltamac.com.br/por-que-o-marketing-digital-e-investimento/

 

Categoria

Data Cadastro

13/11/2020

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *